Sai Firefox, entra Flock

Há alguns dias saiu na Smashing Magazine um artigo sobre “browsers interessantes sobre os quais você nunca ouviu falar” e, posteriormente, o Pedro também falou sobre alguns deles.

O fato de eu descobrir que o Flock, um fork do Firefox, voltado à integração com as principais redes sociais, chegou em sua primeira versão estável, em conjunto com a minha insatisfação com o desempenho do Firefox me animou a testá-lo mais uma vez. Eu já havia testado o Flock antes, quando ele ainda estava em seus primeiros passos, mas na época não vi muita novidade e acabei não me interessando e desinstalando logo. Bem, as coisas mudaram.

Como disse, o Flock é bastante voltado para a integração com as redes sociais mais conhecidas, como Flickr, Del.icio.us, WordPress, Youtube, Facebook, entre outros. Existem recursos realmente facilitadores nele, como, por exemplo:

  • upload de fotos para o Flickr, direto do browser;
  • o Web Clipboard, uma espécie de área de transferência integrada ao browser;
  • gerenciador de contas e serviços (sem comentários);
  • interface para publicação de posts (na qual estou escrevendo este artigo), com editor bastante parecido com o usado pelo WordPress. Basta informar uma conta em algum serviço de blog conhecido, ou no seu próprio blog e começar a escrever seus posts;

Além disso, o Flock, como é baseado no Firefox, suporta todas (pelo menos das que testei) as extensões do Firefox, o que significa que você não precisa abrir mão de suas comodidades se quiser migrar do Firefox pro Flock.

Com o visual mais bonito, a mesma engine e uma integração fantástica com diversos serviços pela web, além de um desempenho melhor (meu Firefox chegava quase aos imperdoáveis 200MB de consumo) não tive que pensar duas vezes antes de mudar logo de browser. Estou confortável com o Flock e é nele que pretendo ficar, pelo menos até o lançamento “final” do Firefox 3. :)

Blogged with Flock

Tags: , , ,

About these ads

9 Comentários

Arquivado em Artigos, Browsers, Cotidiano, Pessoal, Softwares

9 Respostas para “Sai Firefox, entra Flock

  1. Rapaz, e eu achando que os 150 mb que o Firefox consome aqui era só comigo! :s

    Mas só não deixo o Firefox porque ele, na minha opinião, é o representante dos navegadores “bons” (oposição ao IE) pela visibilidade que tem, e tem aquele monte de extensões que nenhum outro navegador suporta… ou suportava ;) Vou testar o Flock!

    Vou considerar a opinião no meu blog ;) alterações a caminho :p

    Abração!!

  2. Pingback: Tiago Floriano Webdesigner » IEncosto: boas leituras ;)

  3. Umas das coisas que não gostei no Flock é a lentidão em alguns serviços.

    Para quem usa o Flickr, Facebook e outros serviços é um muito bom.

  4. Engraçado, Tiago… Não vi lentidão nenhuma nos serviços que já usei até o momento. A quais serviços você se refere?

  5. Pronto, me comovi.
    Agora vou experimentar o tal do fork Flock (até rimou xD)

    Abraço

  6. Muito legal o artigo, pois eu tambem passo pela mesma situação… já conhecia o Flock (gostei de cara), mas usava o Firefox… ‘usava’, pois quando vi o novo Flock me admirei com a sua evolução. Como já gostava dele não tive dúvidas… FLOCK!
    Excelente… D+.

  7. Volt

    O Flock é ótimo, agora ele suporta as extensões criadas para o Firefox, é o melhor browser atualmente, apesar que o Netscape está ótimo tb, já o Opera é excelente, mas falha em renderizações e suporte a algumas páginas.

  8. Estou usando Kazehakase, browser bem simples, e levissimo. Mas uso o Flock tambem.

    A Mozilla esta’ lancando uma versao do Firefox por semana (ou por dia), com quase nada de “what is new”… Assim nao da…

    Gostei bastante da integracao do Flock com o Flickr, genial!

    Seria interessante voce postar um screenshot pro pessoal. :)

    Abraco!

  9. pedromenezes

    Achei o Flock com muitas frescuras que nunca vou usar. Eu baixei o FF 3 beta e tá gastando 30mb sem os plugins.
    Tiago Floriano, experimenta desligar o FireBug, Stumble Upon e outros quando não estiver usando. Flock you. @_@