Acessibilidade e Usabilidade na web: um caso (realmente) sério

O Thalis Valle escreveu um texto que, junto com o fato ocorrido ontem, que eu conto aqui, me levaram a pensar na precariedade em que se encontram essas duas grandezas (?) da web atual.

Estava ontem com um amigo, quando ele lembrou que precisava fazer um saque relativamente alto no banco. Apesar de estarmos em frente a um computador, não pensamos duas vezes: fomos direto à agência mais próxima (que nem era tão próxima assim). É impressionante como os sites de banco sempre são odiados nessa situação; e eu, que nunca precisei usar nenhum serviço de internet banking, achava que era pura frescura.

Fomos então à agência fazer o saque. Quando chegamos lá, o sistema estava em pane, ou seja, nenhum caixa estava funcionando, o que significava que tínhamos ido lá à toa. Uma atendente nos disse que esse tipo de saque poderia ser feito online, “com toda segurança e comodidade”. Voltamos então pra casa dele, pra tentar a sorte no internet banking.

Quando meu amigo entrou na conta dele (ou achou que iria entrar), foi solicitado que ele digitasse uma “senha” de segurança (aquelas letrinhas que estão por aí, em todo lugar). Só que havia um detalhe: essa sequência só poderia ser digitada usando o teclado virtual que estava logo ao lado da senha (um applet em Java). Como meu amigo não tinha Java instalado no PC dele, foi necessário fazer o download, instalar e reiniciar o computador, para só então entrar novamente no site do banco e… Receber novamente a mensagem de que o Java não estava instalado e que não era possível acessar a conta para nenhum propósito. No final das contas, meu amigo acabou ficando sem fazer o saque e teve que se explicar com a pessoa que estava esperando pelo depósito.

Depois de tudo isso eu não poderia deixar de pensar sobre as falhas graves de acessibilidade e usabilidade que acabam por proporcionar situações como essa todos os dias, principalmente nos sites de bancos (sim, agora eu me convenci de que não é pura frescura. rsrs).
Será que um cego conseguiria utilizar um serviço tão trivial como esse, com facilidade? Será que uma pessoa com limitações motoras também conseguiria? Será que pessoas sem nenhum tipo de deficiência conseguem?!
Eu acho que o Bradesco vai descobrir da pior maneira a resposta a essas perguntas…

9 Comentários

Arquivado em Acessibilidade, Artigos, Cotidiano, Usabilidade

9 Respostas para “Acessibilidade e Usabilidade na web: um caso (realmente) sério

  1. Jader, com esse relato você tocou bem o ponto da ferida acessibilidade em sites de bancos. Vou comentar este seu post nos comentário do meu.

    Abraços []s

  2. Realmente o assunto pode dá o q falar. mais nesses casos acessibilidade, usabilidade e segurança necessita andar junto, algo q não acontece porque a preocupação dos sites de banco é com a segurança que nem sempre é tão eficaz..

  3. Este é o ponto fraco do Internet Banking. Tantas medidas de segurança são aplicadas que acabam botando qualquer um para correr. Isto que não temos problemas motores, não temos deficiências visuais e rodamos em plataformas atuais.
    A acessibilidade é zero, realmente, pois a segurança é a prioridade.
    A pergunta final é: De que adianta ser seguro se nem conseguimos ter acesso?
    []’s

  4. Realmente… concordo plenamente com seus questionamentos… dizem ser fácil e rápido… mas… os portadores de limitações, será q teriam a tá facilidade para tal?

    Muitas vezes, nós q trabalhamos com internet, muitas vezes nos deparamos com situações como essa do seu amigo, imagine um leigo na questão de internet… será q este retornaria a usar o sistema de internet banking? Acho q não…

  5. E o pior é que ele me perguntou o que poderia estar acontecendo e eu não soube nem explicar pra ele, já que não havia nada de errado.

  6. Jader, pelo que eu entendo o site do Bradesco não funciona para pessoas “normais”. Imagino qual não é a precariedade que deve ser o serviço prestado a pesoas que têm alguma necessidade especial.

  7. Luis FIlipe

    Jader, esssa é a primeira vez que eu comento algum
    post, so que é o seguinte, concordo com a sua opiniao de suabilidade, e realmente, varios outros sites monstruosos e de empresas respeitadas nao possuem a acessibilidade, nem a usabilidade, desejada. mas voce tem que levar em consideração que um site de banco, principalmente o bradesco que é um dos maiores do brasil, tem que se preocupar com segurança, provavelmente ele nao esta nem ai peo fato de teclad digital ser em JAVA e tambem nao esta nem ai se nao funcionar, se eles diminuire
    m a seguraça do site. corren risco de perder muito dinheir com ivasores e algumas outras fraldes. achei valido o seu comentario, mas talvez o exemplo tnha sido infeliz por estes motivos que site. acompanho seu blog a algum tempo, e voce esta de parabens pelos posts!!!
    Agradeço ai o espaço!

  8. O negócio tá cada vez mais difícil Jader.
    Como vc já viu lá na minha postagem, um i-banking que funcionava decidiu parar de funcionar de uma hora pra outra. Tá complicado.

  9. Berdam

    Estou pensando em fazer uma monografia relacionada a este assunto.